Complemento Nutricional – Parte I

Definição

De acordo com o Ministério da Saúde Brasileiro, através da Portaria n° 19 DOU de 16/03/95, o complemento nutricional pode ser definido como sendo um produto feito com o objetivo de completar a alimentação diária consumida pelo indivíduo que queira compensar uma possível falta de nutrientes. Vale lembrar que o nome complemento nutricional foi substituído por suplemento alimentar e suplemento nutricional.

Os complementos nutricionais só devem ser usados quando forem realmente necessários. Eles são usados pelos atletas em geral e que gastam muitas calorias, devido aos treinamentos frequentes e pesados.

Classificação

De acordo com o Ministério da Saúde, os complementos podem ser classificados como: associação de minerais e vitaminas; vitaminas isoladas ou combinadas; minerais e oligoelementos isolados ou combinados com outros produtos; substâncias obtidas através de fontes naturais de minerais ou vitaminas; óleo de fígado de cação e bacalhau; extratos polinsaturados de ácidos graxos, óleo de germe de trigo; Spirulina; Lecitina de soja; gelatina; Levedo de cerveja e complemento à base de fibras ou qualquer outra substância com propriedades nutritivas que possam caracterizar-se como complemento nutricional.

No próximo post falaremos sobre algumas funções e em que situações os complementos devem ser usados.


Tenho 26 anos, sou Nutricionista graduada pela Universidade Anhanguera de São Paulo. Escolhi essa profissão por ela permitir que eu cuide da saúde das pessoas e leve o conhecimento necessário para que elas possam ter uma vida saudável.

Nenhum comentário

Deixar uma resposta

*