Fibras Alimentares no Controle da Diabetes

Todos sabemos que uma alimentação rica em fibras, pode ajudar a controlar o diabetes. Por isso, hoje veremos alguns benefícios, recomendação diária, tipos de fibras e seus alimentos.

As fibras são essenciais para a manutenção da nossa saúde. Elas previnem doenças graves, diminuem o nível do colesterol, regularizam o funcionamento intestinal, além de estabilizar o nível de glicose no sangue. a ingestão de fibras torna a absorção da glicose mais lenta, fazendo com que elas sejam importantes para quem tem diabetes.

Elas passam pelo aparelho intestinal retirando as substâncias tóxicas de todos os alimentos, que ficariam alojadas no intestino, caso a alimentação fosse pobre em fibras.

A recomendação diária de fibras é de 20 a 35gr. Porém, sua ingestão deve ser feita junto com uma boa hidratação, para evitar a constipação e, ela não deve ser consumida em excesso, pois acaba atrapalhando a absorção de outros nutrientes. Elas são classificadas em 7 tipos, as quais tem funções próprias dentro do organismo. No caso dos diabéticos, existem 4 tipos que ajudam no controle dessa doença, os quais são: lignina (previnem a formação dos cálculos biliares quando se juntam com os ácidos biliares), pectina, goma e mucilagem.

Lignina: ervilha, castanha do Pará, morango, cenoura, batata, pêssego, vagem, tomate e grãos integrais.

Pectina: quiabo, banana, ervilha seca, cenoura, frutas cítricas, maçã, repolho e beterraba.

Goma e mucilagem: farelo de aveia, farinha de aveia, leguminosas secas e gergelim. Esses alimentos ajudam a regular a taxa de glicose no sangue.


Tenho 26 anos, sou Nutricionista graduada pela Universidade Anhanguera de São Paulo. Escolhi essa profissão por ela permitir que eu cuide da saúde das pessoas e leve o conhecimento necessário para que elas possam ter uma vida saudável.

Nenhum comentário

Deixar uma resposta

*