Ganho de Peso na Gravidez – Parte II

No post anterior, vimos o que ocorre no corpo da mãe nos primeiros meses de gravidez. Nessa parte, veremos quais as causas do ganho de peso.

Causas

O aumento do peso nessa fase é normal e necessário, pois o corpo da mãe está sofrendo mudanças e crescendo para que o bebê tenha boas condições para se abrigar. Existem algumas alterações durante a gravidez que podem contribuir com o aumento de peso e elas são causadas pelos seguintes fatores: a camada muscular que envolve o útero, passa a pesar 900gr a mais que o normal, isso ocorre ao longo da gravidez; no final da gravidez, a placenta está pesando 600gr; o volume sanguíneo do corpo aumenta e esse sangue extra na mãe, pode chegar a pesar 1,2kg; os seios aumentam e passam a pesar 400gr a mais; o acúmulo de líquidos se eleva no corpo da mãe, pois além dos líquidos corporais dela, há o que está envolvendo o bebê, o qual é chamado de líquido amniótico, que dá um total de 2,5kg e, por último, a energia extra acumulada para a mãe amamentar, é em média de 2,5kg. Vale lembrar que o aumento de peso nessa fase irá variar de mulher para mulher. Porém, o mesmo está ligado ao IMC (Índice de Massa Corporal) da mãe, antes da mesma engravidar. Quanto maior for o IMC inicial, menor deverá ser o ganho de peso, a fim de evitar maiores riscos durante a gravidez.

Grávidas com peso corporal elevado

No caso das mães estarem acima do peso antes da gravidez, o ideal é que durante a gestação elas tentem não engordar ou que esse aumento seja bem pequeno, pois o excesso de peso pode trazer diversos riscos à mãe e ao bebê como o aumento da pressão arterial (pressão alta) ou a diabetes gestacional.

Especialistas orientam que as mães obesas não devem fazer regime para emagrecer nessa fase, pois de acordo com várias pesquisas já comprovadas, uma alimentação pobre em calorias, não reduziria o risco da hipertensão ou da pré-eclâmpsia. O ideal é seguir as recomendações nutricionais, sobre o modo correto de se alimentar, evitando o consumo de doces, bolos e sorvetes. Essas medidas são para que não haja mais ganho de peso e o bebê possa nascer saudável.

Controle do peso na gestação

A orientação é que a gestante controle seu peso, uma vez que a grávida precisa somente de cerca de 2.500kcal/dia. Esse parâmetro pode ser alcançado através de uma alimentação balanceada, a qual é constituída de 5 porções de frutas, verduras e legumes ao longo do dia, além de cerca de 10% das calorias diárias que devem vir das proteínas (carnes, peixes, frango e ovos); 30% pelos leites e derivados (queijo e manteiga) e gorduras boas (nozes, castanhas e amêndoas) e 5% pelos carboidratos (pão, massas, arroz e cereais).


Tenho 26 anos, sou Nutricionista graduada pela Universidade Anhanguera de São Paulo. Escolhi essa profissão por ela permitir que eu cuide da saúde das pessoas e leve o conhecimento necessário para que elas possam ter uma vida saudável.

Nenhum comentário

Deixar uma resposta

*